Diferente do triatlo que começa com a natação, o duatlo começa com a corrida. Uma grande oportunidade para quem gosta de correr e pedalar.

Este desporto é uma grande oportunidade para quem gosta de correr e pedalar. Diferente do triatlo que começa com a natação, o duatlo começa com a corrida. Uma prova de ciclismo vem a seguir, e uma segunda corrida completa o evento.

Se já é corredor e gosta de pedalar, talvez devesse experimentar o duatlo. Não precisa ser nenhum craque do ciclismo para se divertir com este desporto.

Se quiser saber mais e aprender, venha conhecer a Escola do DAR, em Recardães.

 

Da Corrida para o Duatlo, por Pedro Reis

 
Se já participas em provas de atletismo com regularidade e procuras um novo desafio, o duatlo pode ser aquilo que estás a precisar!

Uma vez mais aquilo que aqui escrevo é apenas o relato da minha experiência, curta convém dizê-lo, na expectativa que esta partilha possa ser útil a quem por aqui passar. Naturalmente que existem outras formas de chegar ao duatlo, mas este texto é especialmente orientado para quem, neste momento, tem na corrida o seu desporto de eleição, tal como foi o meu caso...

O que é o Duatlo?
O duatlo é uma prova constituída por um primeiro segmento de corrida, seguido por um segmento de ciclismo e terminando novamente com um segmento de corrida. O segmento de ciclismo pode ser de estrada ou BTT. As distâncias também variam em função do tipo de prova, conforme apresento na tabela seguinte:

 
Equipamento
Para além do teu habitual equipamento de corrida, calções, t-shirt e sapatilhas, apenas precisas de uma bicicleta e um capacete. Tudo o resto são acessórios que podem melhorar o teu conforto e a performance, mas para uma primeira experiência talvez não se justifique o investimento.
 
De entre os calções de corrida, os mais adequados são os de lycra, pois são mais confortáveis para o ciclismo. Porém, calções de ciclismo não são adequados para uma prova de duatlo, pois as protecções tornam-se bastante desconfortáveis para correr. Se estiveres disposto a gastar algum dinheiro, existem calções específicos para duatlo/triatlo. São muito parecidos aos de ciclismo mas com um menor grau de protecção para facilitar a corrida.

As sapatilhas de corrida servem perfeitamente para fazer toda a prova, mas se optares por usar sapatos de ciclismo de encaixe, deves deixá-los já encaixados nos pedais antes do início da prova para facilitar a primeira transição. Deves também substituir os normais atacadores das sapatilhas por elásticos, que se ajustam ao pé, facilitando as transições corrida-ciclismo e ciclismo-corrida. Estes elásticos encontram-se à venda nas lojas de artigos de triatlo. Para a prova, a organização fornece o chip, que deves colocar na perna junto ao tornozelo, a placa com o teu número para colocar na bicicleta e o dorsal/frontal com o mesmo número para colocar na cintura, voltado para a frente na corrida e voltado para trás no ciclismo.
 

Onde fica o material durante a prova?

Existe um local chamado Parque de Transição (PT). Aqui terás um local específico para deixar a bicicleta assim como todo o teu equipamento dentro de um cesto fornecido pela organização. Decora bem a tua posição no PT, procurando referências externas. É muito fácil com a ansiedade da corrida chegarmos à transição e andarmos à procura da nossa posição. Já me aconteceu...
 
 Provas
No site da Federação de Triatlo de Portugal encontras o calendário sempre actualizado de provas de duatlo, bem como mais informações detalhadas sobre cada prova e onde podes também fazer a respectiva inscrição.
 
 
Plano de Treino
Na publicação "7 dicas de treino para manter a motivação", neste blogue, sugeri um plano de treino que segui para o meu primeiro duatlo. No entanto, podes facilmente encontrar alternativas na internet. Fundamentalmente, o plano de treino deve respeitar os seguintes princípios:
  • Alterna entre ciclismo e corrida em treinos consecutivos;
  • Treina as transições corrida-ciclismo e ciclismo-corrida, repetindo várias vezes o procedimento para que no dia da prova te sintas mais confortável;
  • Pelo menos uma vez por semana, após o treino de ciclismo faz de imediato um treino de corrida para ires habituando os músculos a esta difícil transição;
  • Não aumentes mais de 10% a carga de treino de uma semana para outra;
  • A cada 4ª semana, deves reduzir o volume de treino em 50% para assimilares o treino desenvolvido;
  • Na semana que antecede a prova, descansa! Normalmente, faço 2 ou 3 treinos ligeiros.
 
Alimentação Antes e Durante a Prova
Faço a minha última refeição cerca de 3 horas antes da partida. Se a prova for de manhã, tomo um pequeno almoço constituído por uma mistura de cereais, com frutos secos e leite magro (é habitualmente recomendado evitar o leite e derivados por serem de difícil digestão, mas não tenho sentido problemas), pão, marmelada ou compota, uma banana e um café. Se for à tarde, faço uma refeição de massa ou pizza. Cerca de 1 hora a 30 minutos antes do início da prova bebo 600ml de bebida isotónica.
 
A organização da prova tem postos de abastecimento de água ao longo dos percursos de corrida, onde deves aproveitar para te hidratares sempre, mas no ciclismo estás por tua conta. Nas provas sprint costumo ter na bicicleta 600ml de bebida isotónica e um gel. Nas provas standard costumo ter o dobro. Nos dias mais quentes, coloco a bebida ainda congelada na bicicleta antes do início da prova, por forma a ter uma bebida fresca quando precisar. Caso contrário, como já me aconteceu, quando for beber tenho a bebida quente...
 
Espero que possa ser útil. Bons treinos!

2010-2015

22ª MEIA-MARATONA DE OVAR3 22ª MEIA-MARATONA DE OVAR4 22ª MEIA-MARATONA DE OVAR6 36ª MEIA MARATONA DA NAZARÉ1 Cavaval Equipa DUATLO ARRONCHES 2011_1 DUATLO DO JAMOR3